Tradução Técnica e Tradução Juramentada

 

Atualmente, as fronteiras nacionais passaram a ser apenas um detalhe na hora de fazer negócios. As empresas de hoje, grandes e pequenas, interagem com muitas nações, seus produtos e serviços estão presentes em vários lugares do mundo.

Neste contexto surge a necessidade da tradução de documentos de diversas naturezas. Por exemplo, o envio de manuais de uso e manutenção de um produto para outro país, sem uma tradução adequada ao idioma e terminologia local, pode gerar uma série de problemas e mal-entendidos.

Disto, resulta a importância de profissionais especializados capazes de traduzir documentos técnicos do português para outros idiomas e vice-versa, considerando as peculiaridades linguísticas do país de destino e da respectiva área de aplicação.

Consulte os profissionais da Associação dos Tradutores Públicos de Minas Gerais. Veja mais publicações e saiba tudo sobre a Tradução Juramentada!

A Tradução Técnica

Todos os textos de conteúdo muito especializado e que não exijam uma Tradução Juramentada, podem ser considerados como Tradução Técnica. Por exemplo, manuais de máquinas, artigos científicos ou outros documentos de áreas específicas.

É importante que seja transmitido o conceito na sua acepção exata, de forma a transmitir o seu significado original. Portanto, nem sempre a tradução pode ser literal – “ao pé da letra” – pois o termo estrangeiro correspondente à palavra utilizada na língua original pode não ter o mesmo significado na língua de destino, distorcendo o sentido da frase ou até mesmo tornando-a incompreensível.

Daí, a importância do trabalho do tradutor, seja na pesquisa incansável sobre o assunto e no seu próprio conhecimento da cultura do país de destino e da respectiva área de conhecimento. Por exemplo, para a tradução de relatórios médicos é preciso que o tradutor conheça a linguagem técnica em seu próprio idioma.

Saber usar adequadamente as fontes de pesquisa disponíveis é de grande importância, uma vez que o documento tem que ser inequívoco e compreensível para o destinatário.

A Tradução Juramentada

A Tradução Juramentada é obrigatória para documentos que precisam ser oficialmente reconhecidos em outro país. Para exercer esta função o tradutor tem que ser concursado e habilitado em exame oficial por um órgão regulador como “Tradutor Público”, denominação oficial do Tradutor Juramentado. Sua atuação é essencial para a apresentação de documentos em língua estrangeira. Para isso o Tradutor Público tem “Fé Pública”, razão pela qual é mais conhecido como “Tradutor Juramentado”.

Os assuntos são muito variados. Até os textos classificados como “textos comuns” segundo resolução da Junta Comercial de Minas Gerais, órgão que regulamenta a atividade do tradutor público, como certidões de registro civil, carteiras de identidade, habilitação profissional e para conduzir veículos, diplomas, atestados, declarações e certificados costumam conter termos bastante específicos de determinadas áreas. Já os textos da categoria “Textos Especiais” são de natureza jurídica, acadêmica, tecnológica e científica, que exigem pesquisa e conhecimentos ainda mais aprofundados.

Onde encontrar?

Como exposto acima, em geral os profissionais de tradução lidam com diferentes temas e tipos de traduções, mas alguns tradutores são mais especializados em determinadas áreas, como medicina, direito, engenharia ou máquinas industriais.

É de extrema importância contratar tradutores profissionais com experiência para garantir que o seu conteúdo será bem traduzido, garantindo que nenhuma informação se perca ou que seja interpretada de maneira diferente.

Já para documentos que precisam ser oficialmente reconhecidos não basta expertise técnica, também é necessária a “Fé Pública” do Tradutor “Juramentado”.

Consulte os profissionais da Associação dos Tradutores Públicos de Minas Gerais. Veja mais publicações e saiba tudo sobre a Tradução Juramentada!

Compartilhe

Av. Contorno, 2786 - Santa Efigênia - Belo Horizonte - Minas Gerais

presidencia@atpminas.com.br