Documentos que exigem uma tradução juramentada

Você já deve ter ouvido falar em Tradução Juramentada, que é a tradução de algum documento oficial que só pode ser feita por uma pessoa habilitada e credenciada como Tradutor Público ou Intérprete Comercial.

A tradução juramentada é diferente de uma tradução de um livro, por exemplo, que pode ser feita por qualquer pessoa que tenha capacidade para isso. O profissional que exerce a função de Tradutor Juramentado deve ser devidamente registrado pela Junta Comercial do seu Estado.

Apesar de ser um termo conhecido em vários países, muitas pessoas ainda têm dúvidas com relação aos documentos que exigem a tradução juramentada. Por isso, descreveremos aqui quais são esses documentos.

Quais são os documentos que exigem tradução juramentada?

Tanto documentos estrangeiros apresentados no Brasil quanto documentos brasileiros apresentados em outros países precisam passar por tradução juramentada, principalmente aqueles que envolvem processos de imigração, casamento ou intercâmbio.

Vejamos quais são os tipos de documentos que exigem a tradução juramentada e para quais finalidades eles são destinados:

1- Documentos exigidos nos consulados para efeitos de legalização de cidadania:

– Certidões de nascimento, casamento e óbito
– Carteira de habilitação
– Passaporte

2- Documentos exigidos em instituições de ensino para transferência:

– Diploma
– Histórico escolar
– Em alguns casos, certificados de 1º e 2º grau

3- Documentos que possuem processos em aberto ou em andamento:

– Testamentos
– Atas
– Procurações
– Contratos
– Sentenças

A tradução juramentada é exigida nesses documentos porque ela garante a autenticidade dos mesmos, evitando assim quaisquer possibilidades de fraude.

Qual a diferença entre a tradução Juramentada e a tradução Livre?

A tradução livre é uma tradução comum que pode ser feita por qualquer pessoa que domine o idioma a ser traduzido, convertendo assim todo o conteúdo do objeto (livro, poesia, textos, monografias etc.) de um idioma para outro.

Já a tradução juramentada ou tradução pública é uma tradução feita oficialmente e, além de traduzir, o profissional responsável ainda precisa atestar a veracidade das informações contidas no documento.

Fazer uma tradução juramentada é uma responsabilidade muito grande, por isso o tradutor juramentado precisa ser certificado e devidamente registrado. Afinal, erros na tradução pública podem levar a sérios problemas.

Um exemplo de um grande problema ocorrido por erros na tradução juramentada foi quando, um acordo que seria feito entre países do MERCOSUL e alguns países da África deixou de se concretizar por erros na tradução do acordo. Foram encontrados mais de 200 erros na tradução do inglês para o português.

Requisitos para ser tradutor juramentado

Casos como o citado acima, podem ser comuns de acontecer se o tradutor não for muito bem preparado e dominar o idioma em questão.

No Brasil, para ser um tradutor juramentado é necessário ser concursado e ter fluência em português e língua estrangeira. Para ser autorizado a exercer a atividade pela Junta Comercial, o profissional tem que ser aprovado nos exames e provas que vão testar sua habilidade nos idiomas.

Todos os documentados traduzidos por um tradutor juramentado são registrados no Livro de Registros e são embasados na fé pública.

Está precisando de um tradutor juramentado? Acesse o nosso site e encontre o tradutor mais próximo de você e no idioma que você precisa! http://atpmg.com.br/

Compartilhe

Av. Contorno, 2786 - Santa Efigênia - Belo Horizonte - Minas Gerais

presidencia@atpminas.com.br