4 requisitos para ser tradutor juramentado

Quem já precisou desse serviço sabe da importância de um tradutor juramentado. Mas qual serviço é esse? A tradução juramentada serve para dar fé em documentos oficiais. Assim, sempre que você precisar traduzir um documento para outra língua, pode ser um contrato, uma procuração ou petição, mas pode ser também sua tese acadêmica, ou um livro de medicina, por exemplo, entra em cena o tradutor juramentado.

Diz-se que é juramentado porque ele tem fé pública, ou seja, em termos jurídicos aquele documento tem crédito e, portanto, corresponde à verdade. Então, o tradutor juramentado é como um cartorário, mas que fala inglês (ou alemão, espanhol, chinês etc).

Brincadeiras à parte, para ser um tradutor juramentado, alguns requisitos são necessários. São eles:

1) Domínio proficiente da língua em questão: fazer uma tradução comum já é um grande exercício de compreensão e domínio da língua. Mas a tradução juramentada vai um pouco além, porque nesse domínio são abundantes os termos técnicos e específicos de cada campo. Assim, se o tradutor juramentado está trabalhando com um contrato de prestação de serviços artísticos, por exemplo, ele deve conhecer, não só os termos jurídicos inerentes ao contrato, mas também as possíveis expressões do meio artístico que podem aparecer. Para ser tradutor juramentado, é necessário, portanto, especializar-se e ser muito competente no idioma de trabalho.

2) Concurso Público: para se tornar oficialmente um tradutor juramentado, você precisa se submeter a um concurso público e ser aprovado. Esses concursos são organizados pelas Juntas Comercias do município ou da região onde reside o tradutor. Geralmente, o concurso ocorre em duas etapas. A primeira conta com uma prova escrita de caráter eliminatório e a segunda traz uma prova oral, também de caráter eliminatório. É importante estar atento para a realização dos concursos para tradução juramentada porque eles não são muito frequentes. Assim, entre em contato com a Junta Comercial da sua região e busque se informar sobre a realização de novos concursos. Também é importante saber do seguinte: o tradutor juramentado só pode exercer a profissão no local onde reside.

3) Como se preparar para as provas: se a pessoa já é falante proficiente de um idioma, a melhor maneira de se preparar para o concurso é estudando a bibliografia pedida no edital. Quem pretende ser tradutor juramentado, já reconhece a importância de um edital. Mas a maioria das pessoas dá pouca importância para o documento, consultando-o apenas para saber a respeito das informações mais básicas. Contudo, se o objetivo é ser aprovado no concurso, consulte o edital, leia e estude a bibliografia sugerida. Existe sempre uma grande possibilidade das questões formuladas na prova serem retiradas dos livros constantes na bibliografia.

4) Currículo: para dar início a sua carreira de tradutor juramentada prepare um currículo que apresente suas principais credenciais e distribua-o em pontos estratégicos. Leve seu currículo na Junta Comercial, em escolas de idiomas e em escolas estrangeiras e também no consulado da língua em questão. É interessante também divulgar seu trabalho na internet, por meio de um site.

Gostou de saber sobre tradução juramentada? Então encontre um tradutor juramentado em nosso sistema de busca.

Compartilhe

Av. Contorno, 2786 - Santa Efigênia - Belo Horizonte - Minas Gerais

presidencia@atpminas.com.br